Fundo Nacional de Solidariedade apoia projetos pelo Brasil

cadidade.jpg

Desde a sua criação, em 1998, o Fundo Nacional de Solidariedade (FNS), vem apoiando centenas de projetos sociais em diferentes regiões do país. A iniciativa, aprovada durante a 36ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), é resultado da Coleta da Solidariedade realizada no Domingo de Ramos. Somente no período de 2010 a 2015, foram atendidos mais de 1760 projetos.

Essa arrecadação de fundos integra as atividades da Campanha da Fraternidade, com participação efetiva das dioceses, paróquias e comunidades. Do valor total arrecadado nas coletas das missas, 40% são enviados ao Fundo Nacional da Solidariedade, gerido pela CNBB. Os outros 60% atenderão a projetos sociais das arquidioceses, administrados pelos respectivos Fundos Diocesanos de Solidariedade (FDS).

De acordo com o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, o FNS é fruto do gesto concreto dos cristãos, que por meio das doações, colaboram com projetos de erradicação de vulnerabilidade e risco social em diversas regiões do Brasil.

“O Fundo de Solidariedade é um gesto profundo de conversão durantes a caminhada quaresmal. Ajuda a manter pequenos projetos das Pastorais Sociais, atividades de renda, nas periferias, na agricultura familiar, entre outros”, explica dom Leonardo.

Campanha Ecumênica 

O Fundo Nacional da Solidariedade deste ano apoiará projetos ecumênicos, dentro da proposta da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016 (CFE). Com o tema “Casa comum, nossa responsabilidade” e o lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5.24), a CFE é realizada em parceria com o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic).

A proposta está em sintonia com a Encíclica do papa Francisco, “Laudato Si”, buscando debater com a sociedade questões do saneamento básico a fim de garantir desenvolvimento, saúde integral e qualidade de vida aos cidadãos.

CNBB

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top