Frei Jean participa da Missa Crismal na Basílica, presidida por Dom Aldo

frei-e-dom-aldo.jpg

A Igreja de Nossa Senhora do Rosário participou na manhã desta quinta-feira santa (24), da Missa Crismal concelebrada na Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa. Nossa Paróquia se fez presente com o Frei Jean e alguns paroquianos. A Pascom registrou a celebração que teve a participação de dezenas de padres, diáconos e seminaristas, além de centenas de fiéis. A Missa Crismal foi presidida pelo Arcebispo Dom Aldo Pagotto.

O Arcebispo da Paraíba destacou na homilia que as Pastorais desenvolvem nas comunidades importantes trabalhos sociais numa identificação com o amor misericordioso. Sua mensagem foi a da Misericórdia. “Nós estamos vivendo um ano de contemplação, superando as contradições pelo perdão, pela misericórdia, pela compreensão”, afirmou Dom Aldo.

bispo

Antes da Missa Crismal, Dom Aldo concedeu entrevista à imprensa e a Pascom de nossa Paróquia participou da entrevista. Sobre a humildade o Arcebispo declarou que “a humildade é um sinônimo aperfeiçoado da verdade. Humildade quer dizer reconhecimento dos limites bem como das potencialidades que todos nós temos”.

O religioso disse ainda que “O Cristianismo, com outras denominações, de uma ou de outra forma tenta nos educar ou reeducar para a convivência familiar e social”.

Dom Aldo observou que o momento nacional é de extrema delicadeza e que o posicionamento oficial da Igreja Católica está disponível no site da CNBB e no site da Arquidiocese da Paraíba.

homilia

Os padres receberam o Anuário 2016 da Arquidiocese e também foram contemplados com um livro escrito pelo Papa Francisco, publicação voltada para a formação dos presbíteros.

frei jean

O Frei Jean declarou que a Missa Crismal “é um momento de renovação da nossa vocação presbiteral. Um momento muito importante para a Igreja com a Missa do Crisma, onde todos os óleos são ungidos pelo Arcebispo e nós utilizamos durante o ano nos batismos, na unção dos enfermos e no próprio sacramento do Crisma”.

Frei Jean destacou que na homilia Dom Aldo chamou a todos para a realidade e convidou os presbíteros a acolher sobretudo os pobres e sofredores em todo tipo de sofrimento que existe no mundo.

catedral

A Missa Crismal, que o Bispo concelebra com os presbíteros e durante a qual abençoa o Crisma e os óleos, é considerada uma das principais manifestações da plenitude do sacerdócio do Bispo e um sinal da estreita união dos presbíteros com ele. O óleo, como o ar, a água e a luz, pertence àquelas realidades elementares do cosmos que melhor exprimem os dons de Deus Criador, Redentor e Santificador; é a substância terapêutica e aromática; trata as feridas, perfuma os membros e alimenta a mesa.

Bênção dos Santos Óleos

padres

O rito da bênção dos óleos, inserido na celebração eucarística, depois da homilia e da renovação das promessas sacerdotais, sublinha o mistério da igreja como sacramento global do Cristo, que santifica todas as realidades e situações de vida. Eis porque, juntamente com o Crisma, são abençoados também os óleos dos catecúmenos para aqueles que desejam vencer o espírito do mal em vista do empenho do Batismo, e o óleo dos enfermos para a unção sacramental daqueles que na enfermidade completam em si aquilo que falta na paixão redentora de Cristo.

A Missa Crismal foi concluída com uma canção sacerdotal em homenagem aos padres. O refrão diz: Eis-me aqui Senhor para servir; Eis-me aqui Senhor no teu altar; Celebrar a vida e a vida em comunhão; A minha vida eu quero te entregar.

Pascom – Pastoral da Comunicação

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top