Frei Jean reflete sobre a santidade na 7ª noite da novena de Rosário

frei-1.jpg

Frei Jean dedicou a noite desta quinta-feira, no Novenário e Festa de Nossa Senhora do Rosário, a rainha de todos os santos. “Queremos hoje rezar e contemplar a santidade dos filhos de Deus, vivido na vida, no coração e na missão de Maria, mãe de Jesus e nossa Mãe”.

 

“A primeira pergunta que devemos fazer hoje é: O que é Santidade?  A partir da pessoa de Jesus Cristo, é em primeiro lugar fazer a vontade de Deus para estar a caminho do Céu e do próprio Deus”, respondeu Frei Jean ao salientar que o modelo de santidade é o modelo do próprio filho de Deus que disse: ‘Sedes perfeito como eu e o pai, somos perfeitos. A perfeição de Jesus e do pai está presente na vida de Maria. “

 

altar

Ainda em sua fala, o religioso comentou ainda que santidade não é ausência de dificuldade e de fragilidade, sem poder conviver com os outros seres humanos e afastados do mundo. Santidade é a nossa própria vida, vivida a partir da intuição evangélica da pessoa de Jesus Cristo, que exige mudança, sacrifício, transformação interior e conversão.

Mais adiante Frei Jean enfatiza que o ser humano não pode ser santo domando os outros. “Somos santos quando somos capazes de ter domínio sobre nós mesmos, por que a santidade é o caminho do domínio sobre si”

Após a pregação, o pároco fez a apresentação dos novos grupos de ministros extraordinários da Igreja do Rosário, ocasião em que fez votos de boas- vindas na nova missão na comunidade. Os ministros da eucaristia, aproveitaram para renovar o compromisso já assumido junto a Igreja.

O momento foi de homenagear, pedir e orar por todas as viúvas presentes nesta noite de festa e, também, rezar pela alma dos que já partiram dessa vida e que estão junto ao pai e der o seu amor e sua misericórdia.

Pascom – Pastoral da Comunicação

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top