Quaresma, momento único na Igreja

quaresma-1.jpg

A Quaresma é um tempo rico e profundo na Igreja. Na verdade, esse tempo, que abrange a Quaresma, Semana Santa e Páscoa até Pentecostes, é um grande retiro, centro do Mistério de Cristo e da nossa fé e salvação. É, sobretudo, tempo de escuta da Palavra de Deus, tempo único que recorda aos cristãos os grandes temas batismais em preparação para a Páscoa.

Nosso Pároco em sua homilia no Primeiro Domingo da Quaresma pediu aos paroquianos que não comessem doces durante esta primeira semana. Alguns podem questionar, tenho que fazer mesmo? A resposta é simples… Não. Você não tem que fazer. Só o faça se a sua intenção for, de fato, preparar-se espiritualmente. A prática de jejuar, dar esmolas e orar tem quer ser de forma gratuita, com o coração contrito e verdadeiramente penitente e não uma obrigação. Pois é Tempo privilegiado de conversão e combate espiritual. Toda a nossa vida se torna um sacrifício espiritual, que apresentamos continuamente ao Pai em união com o sacrifício de Jesus sofredor e pobre, a fim de que, por Ele, com Ele e n’Ele, seja o Pai em tudo louvado e glorificado. Por isso, a Quaresma é um caminho bíblico, pastoral, litúrgico e existencial para cada cristão pessoalmente e para a comunidade cristã em geral, que começa com as cinzas e termina com a noite da luz e do fogo, a noite santa da Páscoa da Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Irmãos, vamos caminhar praticando os exercícios quaresmais de conversão e refletindo os rumos de nossa espiritualidade até a Páscoa de Nosso Senhor Jesus, ou seja, a vida nova que o Ele tem para nós.

Uma santa Quaresma.

Deus abençoe.

Joana D’Arc Felix de Lima – PASFAM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top